A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

09/08/2011

Com a Verdade Me Enganas

09/08/2011 + 7 Comentários API
HISTÓRIA SL BENFICA
             
Com a história do Benfica não se brinca! Ou pelo menos não se devia brincar… mas, infelizmente, não é assim. Isto a propósito de um jogo recentemente distribuído com o diário desportivo “A Bola”.

Há clubes que viciam a sua história verdadeira para criarem uma virtual à medida dos seus interesses trapaceiros (FC Porto). Há clubes que escondem a sua história por não ser conveniente e envergonharem-se de algumas situações (Sporting CP).

O SL BENFICA tem uma história brilhante, digna, transparente, por isso fácil de divulgar com rigor. Não se pode é brincar com ela criando mentiras, inventando factos e destacando banalidades, ou seja achincalhando um passado glorioso por incompetências de alguns e negligências de outros.

Qualquer pessoa ou instituição deve respeitar o seu passado. Por isso deve ser rigoroso na sua apreciação e divulgação.

Se esse passado for de maior grandeza que o presente isso ainda responsabiliza mais quem no presente se debruça sobre esse passado glorioso, até porque vive  – presentemente dele, da sua grandeza!

O Benfica foi sempre um clube orgulhoso do seu passado. Não é por acaso que uma das estrofes do Hino afirma: “Honrai agora os ases que nos honraram no passado”.

Se o jogo distribuído pelo jornal “A Bola” fosse “Produto Oficial de A Bola” nada a dizer, até porque os erros só serviriam para ilustrar a falta de credibilidade em dados históricos que o jornal tem vindo a cultivar de há uns anos para cá. Recordemos que “A Bola” além de parasitar o Benfica é um local pidesco de censura.

O “problema” é que o Jogo é um “Produto (na caixa escreveu-se Producto) Oficial Licenciado S.L.B.”. Ora, isto vincula o Clube, fundado em 28 de Fevereiro de 1904, às perguntas que são a essência do jogo. E…..

E… as “Fichas” estão repletas de erros, vários, muitos e de mais, que não engrandecem o Clube, e muito menos, dignificam quem no passado nos fez enormes para agora podermos beneficiar dessa grandeza.

Para além desta vulgaridade para com a história gloriosa do Benfica, há também a questão real do jogo, se bem que esta seja o que menos interessa. Mas, quem o jogar arrisca-se a responder certo, mas receber como resposta “Errado!”. E responder errado, mas receber como resposta “Certo!” Jogo Viciado.

As “Fichas” são 200, ou melhor 199 porque a n.º 115 está truncada. 



Numa leitura rápida, deixando de fora algumas que suscitam dúvidas, mas que só podem ser desfeitas, com consulta, em 199 fichas, apenas 52 estão “aceitáveis” (“perfeitas” apenas 27). Valores que podem diminuir, após verificação dos factos cuja resposta suscita dúvidas. Muito pouco com 26 por cento “aceitáveis” e 16 por cento “perfeitas”. Há 147 fichas “problemáticas”. Uma enormidade…

Podemos dividir os erros em quatro grupos (damos os exemplos com as respectivas fichas).

TIPO A
Erros grosseiros, que prejudicam gravemente o Benfica, até por que podem ser usados contra o Clube (Além da mentira, induzem e veiculam o erro).



Não é “justo” num produto da responsabilidade do Clube, retirarem-se três títulos de campeão nacional devidamente conquistados. Já chegam aqueles que nos tiraram (e tiram) por serem corruptos…

A pergunta correcta deveria ser: “Que clube foi destronado pelo Benfica, no número total de Campeonatos Nacionais conquistados, na época de 1962/63?”

A resposta correcta deveria ser: “Sporting CP (Foi o 12.º título encarnado)”.

23 "Fichas" com erros grosseiros deste tipo. Isto numa leitura “rápida”. Por que não será difícil, consultando aquelas que apresentam dúvidas (mais do triplo), elevar estes valores para o dobro, pelo menos!



TIPO B
Erros históricos, que não dignificam o Clube, por que mesmo “ligeiros” podem ser utilizados para mostrar que adulteramos a história em proveito próprio (Além da mentira, induzem e veiculam o erro).



Não é “justo” num produto da responsabilidade do Clube, querermos ser aquilo que não somos. Já chegam aqueles que influenciam negativamente o futebol português, arredando-nos do engrandecimento e da valorização desportiva e social que merecíamos ter.

A pergunta correcta deveria ser: “Quantos futebolistas do Benfica jogaram por Portugal, em 6 de Julho de 1972, na Minicopa do Brasil, frente à URSS?”

A resposta correcta deveria ser: “Onze”.

48 "Fichas" com erros históricos deste tipo. Isto numa leitura “rápida”. Por que não será difícil, consultando aquelas que apresentam dúvidas (mais do triplo), elevar estes valores para o dobro, pelo menos!

TIPO C e D
Perguntas formalmente correctas, mas que humilham o Clube:

C.
Por serem ridículas.



D.
Por destacarem derrotas, insucessos, adversários vitoriosos face ao Benfica ou não estarem directamente relacionadas com o “Glorioso”.



Veredicto EDB: Jogo a evitar, por manifesta perda de tempo e possibilidade (real) de viciar os conhecimentos históricos de quem o jogar!

Alberto Miguéns

NOTA 1: Infelizmente com tanto para dizer no EDB acerca de quem externamente inventa e calunia o “Glorioso”, é triste neste espaço termos de fazer reparos internamente. Mas, como Benfiquistas nunca nos demitiremos de um dos pilares do Benfiquismo, responsável pelo engrandecimento do Clube – Corrigir o que não está bem/ não está certo, para caminhar ou regressar ao melhor trilho, ao caminho que nos engrandece.

NOTA 2: O “Jogo” é fraquíssimo, por ser muitíssimo limitado (restrito ao futebol) quando o Benfica é um Grande (o Maior e Melhor) Clube Social e Desportivo Português!

NOTA 3: O EDB nunca será errata de qualquer publicação, mesmo “Produto Oficial” por isso não vamos corrigir ou denunciar todos os erros (pelo menos, mais de três centenas, certamente) inscritos nas “Fichas” do Jogo. Mas, quando for apropriado vamos dar a conhecer alguns desses erros, criando três temas:
                            “Quem Diria!”
                            “Não Havia Necessidade!”
                            “Talvez Não Seja Bem Assim!”



7 comentários
comentários
  1. Anónimo9/8/11 22:33

    muito bem amigo alberto.abraço de um benfiquista que o admira.

    ResponderEliminar
  2. Este "producto" está claramente fora de prazo...

    É uma pena que o BENFICA entregue estas missões a amadores ignorantes.

    ResponderEliminar
  3. Ia comprar e já não compro. Obrigado!

    ResponderEliminar
  4. Brilhante. Mais um excelente contributo. Obrigado

    ResponderEliminar
  5. Alberto Miguéns,aquela história da utilidade pública do FC PORCO em que diz que o clube dos andrades foi o único com este estatudo até o Benfica o ter devo dizer que o CLUBE DESPORTIVO NACIONAL DA MADEIRA já o tinha em abril de 1927!!!!

    ResponderEliminar
  6. Como sinto orgulho em vocês alberto e antonio sinto que gosto mais de vocês do que do meu país ,ou mesmo do desporto atual em portugal.

    Que DEUS seja sempre a vossa fonte de energia e vos guie sempre neste mundo perigoso ..

    Fiquem sempre e eternamente na Luz...

    muito obrigada a vocês é continuem a mostrar como e grande o nosso glorioso S.L.Benfica...


    Viva o Benficaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

    ResponderEliminar
  7. Enfim! 15 euros deitados á rua!
    Saudações benfiquistas e obrigado pelos esclarecimentos!

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail