A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

12/05/2011

O Próximo Nacional Já Começou…

12/05/2011 + 2 Comentários
OPINIÃO
             
O próximo Campeonato Nacional, o 78.º desde 1934/35, já começou. E ainda nem terminou o 77.º! Em Portugal é assim, desde o início do Nacional de 1984/85! Começam a conquistar-se os títulos antes de terminar o anterior!




Situação real para 2011/12
Na próxima temporada os três primeiros classificados do Campeonato Português (de 2011/12) têm acesso à Liga dos Campeões (de 2012/13), ao contrário, da actual em que apenas o Campeão (acesso directo à fase de grupos) e o 2.º classificado (acesso à última pré-eliminatória) podem competir na principal competição, para clubes, da UEFA.


Na Liga dos Campeões de 2012/2013, o Campeão e o 2.º classificado de 2011/12, têm acesso directo à fase de grupos e o 3.º lugar dá acesso à última pré-eliminatória. Ora, há quatro candidatos para três lugares.


Os clubes que já estão a trabalhar


FC Porto
É o principal candidato, por que usa (e abusa) do “Sistema” que implantou há três décadas. Além de ser protegido, criou uma rede tentacular de benefícios (reais) e supostos, para outros emblemas concorrentes, para além de beneficiar de avençados nos media e da inacção/ cobardia da maior parte dos restantes. Os avençados – colocados pelo portismo, e dele, dependentes - justificam-lhe os “meios” utilizados. Os “subservientes” (com destaque para Vítor Serpa e Rui Santos, “queridos inimigos”, mas que são iguais serviçais do pintocostismo) elogiam-lhe os fins (ignorando os “meios” utilizados para atingir esses fins). Vai estar-lhe reservado, praticamente, o 1.º lugar. Pelo menos, já estão “a trabalhar” para isso.



Sporting CP
Com a eleição de Godinho Lopes (GL), o portismo, vai fazer deste o principal apoio para afastar o Benfica da Liga dos Campeões. É que o “Projecto Roquette”, elaborado no "defeso", entre a temporada de 1998/99 e 1999/2000, e que nunca foi abandonado, desde a eleição de GL, tem mais consistência, pois GL não tem as fragilidades cerebrais de Bettencourt. É mais coerente, mostrando-se ao FC Porto. O SCP quer afiançar-se como um emblema com mais potencial que o SC Braga, para fazer de “clube-tampão” ao Benfica. O SCP em relação ao SCB tem mais adeptos, está mais implantado nacionalmente, os adeptos do SCP são, ainda, mais ordinários – por inveja - que os do SCB em relação ao Benfica e SCP/SLB coabitam os mesmos espaços. O SCP mostra-se perante o FCP. O que quer é ficar à frente do Benfica. Isto é o "Projecto Roquette". Reconhecer o FCP como o melhor clube nacional, e o FCP ajudar o SCP a ficar em 2.º lugar. Como? Não se estigmatizando publicamente, podendo mesmo trocar jogadores! Benefícios mútuos! FCP campeão, SCP vice-campeão. Os dois "sempre" na Liga dos Campeões! É isto, na essência, o "Projecto Roquette"! 

Godinho Lopes já disse tudo. É o SCP que deve ter o apoio do portismo, para fazer 2.º ou 3.º lugar, mas sempre na dianteira do “Glorioso” (3.º ou 4.º), como no tempo de Roquette (1996/2000), Dias da Cunha (1.ª fase, 2000/2003) antes de denunciar os “dois rostos do Sistema”) e Soares Franco (2005/2009).




Pr. SCP   
Ép.
Cam
2.º
3.º
4.º
5.º
6.º
José Roquette
1998/99
FCP
BFC
SLB
SCP
V. Set
U. Lei
1999/00
SCP
FCP
SLB
BFC
Gil V.
Mar.
Dias da Cunha
(1.ª fase)
2000/01
BFC
FCP
SCP
SCB
U. Lei
SLB
2001/02
SCP
BFC
FCP
SLB
Belen
Mar.
Dias da Cunha
(2.ª fase)
2002/03
FCP
SLB
SCP
V. G.
U. Lei
P.Fer
2003/04
FCP
SLB
SCP
Nac.
SCB
Mar.
2004/05
SLB
FCP
SCP
SCB
V. G.
BFC


Soares Franco
2005/06
FCP
SCP
SLB
SCB
Nac.
BFC
2006/07
FCP
SCP
SLB
SCB
Belen
P.Fer
2007/08
FCP
SCP
V. G.
SLB
Mar.
V. Set
2008/09
FCP
SCP
SLB
Nac.
SCB
Leix.
Bettencourt
2009/10
SLB
SCB
FCP
SCP
Mar.
V. G.
Bettencourt/ Guedes
2010/11
FCP
SLB
SCP
SCB
V. G.
Nac.


SCB: 1998/99 (9.º); 1999/2000 (9.º); 2001/02 (9.º);
2002/03 (14.º);           2007/08 (7.º)


SC Braga
Este clube de Braga tem beneficiado do apoio do portismo nos últimos anos, em virtude da decadência – frágil para ser tampão ao Benfica - do Sporting CP de Bettencourt. Recordemos que aquando da “rebelião” ao Projecto Roquette, por Dias da Cunha, o clube escolhido pelo portismo foi o Vitória SC, de Guimarães. Só que este cometeu um erro estratégico ao indignar-se com a participação corrupta do FC Porto na Liga dos Campeões, após a vergonha do “Apito Dourado”. O portismo joga muitos interesses no Minho, tentando isolar os Benfiquistas Minhotos, como fez aos Benfiquistas do Grande Porto. Quer Guimarães, quer Braga são dois bons locais para estigmatizar os Benfiquistas, não para engrandecer Vitória SC e SC Braga, mas para classificá-los de “traidores” do Minho. Pinto da Costa é um corrupto, mas os que não o questionam e o elogiam são cúmplices. Vai haver uma aposta do portismo no SC Braga para o 3.º lugar.


Dança de treinadores
O que se joga neste momento para o Nacional de 2011/12 é a rotação de treinadores.
Clubes
1.ª Hipótese
2.ª Hipótese*
FC Porto
Villas Boas
Domingos
Sporting CP
Domingos
Leonardo Jardim
SC Braga
Leonardo Jardim
Daúto Faquirá


* Se o Andrézinho nariz de Pinóquio sair do FC Porto




O clube que nós esperamos (nem queremos) que não faça figura de parvo


SL Benfica
O nosso clube.


Espero, ao contrário do habitual, que os dirigentes do “Glorioso” não vivam à sombra da bananeira em que foram transformando o Clube da Águia… e ABRAM OS OLHOS! Deixem-se de “imaginárias missões”. Que ridículo! Sejam é competentes, como devem ser os dirigentes que se propõem, como candidatos, a eleições e são eleitos por maioria, como dirigentes. Os associados do Benfica, emblema com 107 anos, quando escolhem, entre eles, por votação, os seus dirigentes, não querem missionários, querem competentes.


Alberto Miguéns
2 comentários
comentários
  1. 1000000% de acordo!! Na mouche!!

    ResponderEliminar
  2. É notório que os dirigentes portistas, alegadamente, fomentam sistematicamente desde há uns anos, uma ampla e diversificada campanha de ódio contra o Benfica. Os objectivos são de dois tipos; imediatos e mediatos. Os imediatos destinam-se a condicionar psicologicamente o desempenho dos nossos atletas, com impacto nos resultados desportivos e os mediatos visam a erosão da massa adepta do nosso clube, perseguindo, também neste capítulo, a aproximação “azul”. Não sei em que medida, mas que faz mossa não tenho dúvidas.

    Perdemos, recentemente, a final da taça de futsal. Em que condições os nossos atletas se apresentaram na disputa da partida após uma noite “em branco” em virtude dos atos de pseudo-terrorismo de que foram vítimas? E que valor tem a vitória do Sporting? Os dirigentes do Benfica, quanto a mim, deveriam ter exigido o adiamento da partida ou simplesmente ter-se recusado a tomar nela parte por falta de condições físicas dos seus atletas por ação externa e de má fé. E assim sucessivamente.

    O Alberto faz uma boa leitura da situação, sem dúvida. Há que estar alerta, porque a “exemplar estrutura” não deixa nada ao acaso e não tem escrúpulos. No entanto caro Alberto, é ainda mais importante dar ideias que possam ser úteis aos dirigentes do nosso clube para “combater” esta gentalha, fortalecendo o nosso Benfica. Ideias, precisam-se (dignas do Benfica).

    Por exemplo, se eu fosse Diretor Desportivo ou Treinador do Benfica, ponderava seriamente a possibilidade de instalar uma fotografia do Pinto da Costa no balneário - eventualmente enfeitada - para todos os atletas verem antes de iniciarem os jogos. Para se lembrarem do “inimigo” durante o jogo seguinte e maximizarem o seu desempenho. É uma ideia algo bizarra, eu sei, mas não é destituída de sentido. E, quem sabe, talvez tirasse o sono ao Pinto e disponibilidade para as tropelias do costume.

    Viva o Benfica!
    António Barreto

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail