A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

22/04/2011

O futuro próximo… exige. Toca a reunir

22/04/2011 + 3 Comentários
ESTATÍSTICA

A Taça de Portugal, versão 2010/11, é passado. Ficou-nos vedada (é assim há oito épocas) a possibilidade de chegar à final e conquista-la. Não podemos deixar contaminar o que resta da temporada – possibilidade de conquistar duas competições, uma Internacional (Liga Europa) e outra Nacional (Taça da Liga) - pelo insucesso numa competição! Foi doloroso?! Foi… muito! Mas, todos (serão mesmo todos!?) sabemos que lidámos com um adversário poderoso, porque alicerça a sua força num polvo, com tentáculos (mais… patas) em muitas “pastas”: Clubes satelizados, treinadores, futebolistas, Comunicação Social, FPF, LPFP, políticos Vítor Pereira e seus dependentes.

O “GLORIOSO” EM COIMBRA (Competições)
          Competições
                    Resultados
J
V
E
D
GM
GS
 Campeonato Nacional
59
41
13
5
143
 63
 Particulares
17
13
 3
1
 75
 22
 C.º/ Taça de Portugal
 7
 5
-
2
  11
   4
 Supertaça “C. Oliveira”
 3
-
 2
1
   3
   4
TOTAIS
86
 59
 18
9
 232
 93

Vamos a Coimbra, com a equipa principal de futebol, fazer pela 87.ª vez um jogo, mas em estreia frente ao FC Paços de Ferreira, o 5.º adversário a jogar connosco na Lusa Atenas. Contamos, em 86 jogos, com 59 vitórias (mais cinquenta que as nove derrotas) e 232 golos marcados (mais 139 que os 93 sofridos).

          O “GLORIOSO” EM COIMBRA (Adversários)
          Adversários
                   Resultados
J
V
E
D
GM
GS
 A. Ac.ª Coimbra
AAC
77
54
16
7
 199
 84
União F. Coimbra
UFC
 4
  4
  -
-
  26
   3
FC Porto
FCP
 4
  1
  2
1
    6
   4
Império LC
ILC
 1
 -
 -
1
    1
   2
TOTAIS
86
 59
 18
9
 232
 93

A primeira vez que jogámos na Capital do Mondego foi há 91 anos, em 7 de Março de 1920, quando vencemos, por 8-1, a equipa de estudantes da Associação Académica de Coimbra.
         
          O “GLORIOSO” EM COIMBRA (Locais)
          Campos/ Estádios
                    Resultados
J
V
E
D
GM
GS
 Municipal (Calhabé)
60
44
11
5
126
43
 Santa Cruz (Assoc. Académica)
19
12
 3
4
  84
36
 Loreto (Lusitânia DC)
 5
  2
 3
-
  17
12
 Arnado (SC Conimbricense)
 2
  1
 1
-
   5
  2
TOTAIS
86
 59
 18
9
 232
 93

O “Glorioso” já jogou em Coimbra, em quatro espaços desportivos, no Estádio Municipal, onde queremos ao 61.º encontro conquistar mais um título, na Taça da Liga; no Campo de Santa Cruz (espaço da AAC, utilizado pelas equipas de futebol da Academia, antes da construção do Estádio); Campo do Loreto, propriedade do Lusitânia DC, equipa da fábrica de cerâmicas, actualmente inexistente; e Campo do Arnado, do SC Conimbricense, inexistente, onde conquistámos o primeiro troféu (dos dois conseguidos em Coimbra), na Taça de Portugal, em 1930/31, frente ao FC Porto.

Benfiquistas (5) mais utilizados em Coimbra
          Nome
Min.            
J
V
E
D
 GM
  1.º
Coluna
1 440
16
10
4
  2
   2
  2.º
Cavém
1 350
15
 9
3
  3
   2
  3.º
 Albino
1 230
14
 7
4
  3
   -
  4.º
 José Águas
1 170
13
10
1
  2
  10
  5.º
 Arsénio
1 080
12
  9
3
 -
  15
26.º
 Luisão
   719
  8
 6
1
  1
   2

Nos 86 encontros realizados em Coimbra utilizámos 378 futebolistas, com Luisão a ser, com 719 minutos jogados, em seis jogos, o futebolista do plantel actual, com mais tempo de utilização.

Benfiquistas (5) com mais golos em Coimbra
          Nome
Total
Cab
BC
BP
DA
FA
  1.º
Arsénio
15
13
2
13
2
15
  -
  2.º
Eusébio
13
13
-
 8
5
10
3
  3.º
 José Águas
10
 8
2
  10
-
8
2
  4.º
 Valadas
  8
8
-
 6
2
6
2
  5.º
 Julinho
  7
6
1
6
1
6
1
20.º
 Luisão
  2
1
1
-
2
2
-

Nos 86 encontros realizados em Coimbra, foram 99 os futebolistas que marcaram 225 dos 232 golos, pois sete resultaram de autogolos dos adversários. O melhor marcador é Arsénio com 15 golos: 13 com o pé e dois de cabeça; 13 de bola corrida (BC) e dois de bola parada (BP) – um de cabeça após marcação de pontapé de canto e outro com o pé dentro da grande-área, após marcação de livre indirecto fora dela; com todos os 15 tentos marcados dentro da grande-área (DA).

Em Coimbra, conquistámos dois títulos – um Campeonato de Portugal e um Campeonato Nacional – e perdemos três Supertaças “Cândido de Oliveira”. Amanhã neste espaço “Em Defesa do Benfica” a homenagem a esses gloriosos que em 1930 e 1943 acrescentaram grandeza ao Clube. Que o plantel de 2010/11 lhes siga o exemplo…

A eliminação na Taça de Portugal foi muito, muitíssimo triste, uma das páginas mais negras de uma história gloriosa. E a mais ridícula em 87 participações na Taça de Portugal (12 com a designação de Campeonato de Portugal). Mas, já nada se pode fazer. Amanhã é dia B. Dia de Benfica. Dia da terceira conquista em Coimbra.

Alberto Miguéns

3 comentários
comentários
  1. TRAMONTANO22/4/11 00:30

    Bela estatistica mas quanto eliminaçao da taça, "das mais negras e ridicula" seguimos em frente?

    Entao perante esta hecatombe ninguem e responsavel , nao ha ilaçoes, nao ha consequencias.

    Se calhar e por este deixar andar, pela resignaçao a que foram conduzidos os socios, por nunca haver consequencias para os responsaveis e que o SLB anda neste marasmo ha muito tempo e que a continuar assim perdurara por muito tempo.

    Como e possivel, o de longe, maior clube de Portugal andar garrotado por um clube de cidade, e os seus dirigentes continuarem num amorfismo inexplicavel.

    ResponderEliminar
  2. Caro Miguéns,

    Bom dia.

    Permita-me expressar publicamente a minha admiração pelo seu trabalho, já com muitos anos e que tenho seguido com atenção. E já agora o meu muito obrigado pelos "5 minutos à Benfica" na Benfica TV.
    Mas permita-me discordar de que a eliminação frente aos Andrades, desperdiçando dois golos de vantagem tenha sido a mais ridícula: E então o Gondomar em casa, com o Jesualdo no banco?

    Infelizmente, nos últimos anos, e apesar do polvo (que existe) a culpa própria e desleixo tem sido muito grande!

    Saudações benfiquistas!

    Abraço ao António Melo!

    ResponderEliminar
  3. patriarca disse:

    Dentro da "normalidade" amanhã pode ser o Dia B. de Benfica e TODOS estamos crentes nisso, mas amanhã também pode ser o Dia P. de Pedro Proença que até se diz que é Benfiquista e TUDO, mas TUDO tem feito para o Destruir, para às Custas das DERROTAS que nos Inflinge, PROPOSITADAMENTE, Beneficiar o "SEU Inimigo" Porco e quem é que acreditaria numa coisa destas se de facto não fossem Verdades Absolutas ??!!
    Quando é que a Direcção e os Benfiquistas criam coragem para colocar esse verme FORA da Familia Benfiquista ou será que têm medo.

    ResponderEliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail